Até 2032 evangélicos devem ser maioria no Brasil

A projeção é do demógrafo José Eustáquio Alves

Nos últimos dez anos a população evangélica brasileira cresceu de 22,2% para 31%, segundo dados recentes do Datafolha, e a estimativa é que até 2032 os evangélicos sejam maioria.
A data estimada dessa vez é diferente de outras previsões que afirmavam que a maioria dos brasileiros seria evangélica em 2022, seguindo a estimativa de crescimento do Censo 2010.

A nova data citada em uma reportagem da Folha de São Paulo usa a projeção do demógrafo José Eustáquio Alves, que acredita que até 2032 os evangélicos serão mais de 40% da população.

Alves acreditava que o número de evangélicos ultrapassaria o de católicos no Brasil apenas em 2040, mas as novas análises mostram que o processo está acelerando, podendo adiantar em até oito anos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

  • Ex-ator de Malhação se torna pastor
  • Cristão tem casa queimada por autoridades no Vietnã
  • Indo onde Cristo não foi enviado - Assembleias de Deus em Imperatriz lançam "Projeto África"
  • Líderes evangélicos reúnem-se em Brasília com ministros de Bolsonaro
  • Os maiores desafios para alcançar a nova geração são “conforto, narcisismo e dúvida”
  • Deputados evangélicos fazem ato profético no Congresso
  • Teólogo aponta para fatores que formam o “sistema do Anticristo”

Compartilhe essa página

Faça um comentário